noivos123

CIRANDA- ESSA DANÇA...

RECOLHA SEU SELO DE PARTICIPAÇÃO

POETAS PARTICIPANTES

1 - Ferdinando

25 - Lígia Antunes

2 - Célia Jardim

26 - Gaivota

3 - Adélia Mateus

27 - António Cícero

4 - Marici Bross

28 - Maria Thereza Neves

5 - Mary Jenny

29 - Bill Shalders

6 - Eneisa

30 - Penhah Castro

7 - Virgínia Maria

31 - Thereza Mattos

8 - Gislaine Canales

32 - Wandisley Garcia

9 - Tadeu Barueri

33 - Betty

10 - Anna Peralva

34 - Raquel Caminha

11 - Humberto Poeta

35 - Sueli Espírito Santo

12 - José Ernesto

36 - Suzette Duarte

13 - Marcial Salaverry

37 - Faffi

14 - Schyrlei Pinheiro

38 - Regina Bertoccelli

15 - Simone Pinheiro

39 - Joaquim Marques

16 - Simone Pinheiro

40 - Tarcísio R. Costa

17 - Lúcio Reis

41 - Catarina Yunen

18 - Mifori

42 - Candy

19 - Neusa Mendonça

43 - Fátima Cardoso

20 - Helena Luna

44 - Noris Roberts

21 - Benedita Azevedo

45 - Marlene Constantino

22 - Cássia Vicente

46 - Otto

23 - Sérgio Guedes

47 - Pilar Casagrande

24 - Naidaterra

 

1 - ESSA DANÇA...
©Ferdinando

Cercando o território do teu corpo entre meus braços
e ligados numa concha de prazer que transforma
o paradigma fervente dos sonhos dispersos, no hálito
da tua paixão transpirando montanhas de beijos.

Em ritmados passos num idílio de dois corações.
O luar trazia a seiva divinal da nossa orientação
em espaços brandos que se tornavam curtos e atrevidos
numa ânsia que fertilizava nossas palavras em segredo.

Em variados volteios, fomos cântico a par das Deusas,
 nos gestos do nosso desejar, ficava a cor do teu sorriso
 num olhar terno que trocava-mos, como donos do Universo!

No tombar do silêncio e já sem luz, continuemos a dança
 inventando uma réstia de sol moldando um desejo furtivo...
até que o soar do velho e magoado piano emudeceu. 

Germany 02.06.07


2 - AQUELA DANÇA
 Célia Jardim

Ao som do piano em seus braços eu me entregava,
como se nada mais ali restasse além de nós,
completamente alheios a tudo a nossa volta,
passos acompanhavam o rítmo da nossa emoção...
A música suave pouco a pouco nos envolvia,
o toque das suas mãos delicadamente me vencia,
entregues nosso olhar falava por nós,
já não mais precisávamos da canção...
Uma noite do mais puro encantamento,
tendo o luar por cúmplice a nos excitar,
nossos corpos já nem se moviam,
apenas dois corações a pulsar...
Foi-se a noite como se vai à magia,
do anoitecer que busca a luz do dia,
em nós ficou o brilho das estrelas
e a música, impossível esquecê-la.

3 - DANÇA DO AMOR
Adelia Mateus 

No salão da vida
em seus braços envolventes
rodopiamos pelo salão
apenas nós dois.

Noite inesquecível
olhares felizes
sentindo seu respirar
bocas sussurando
delírios de amor.

BRASIL - RJ - maio/2007

4 - ESSA DANÇA
(Marici Bross)

Esta dança que nos envolve
Num suave deslizar pelo salão
São passos e repasses
Numa bela paixão

Ah! essa dança, deslumbra
Nossos corações
Formando um lindo sonho
Do qual não queremos sair.

Ah! esta dança, suave e frenética
Ao mesmo tempo.
Nos envolve trazendo o amor
Que trazemos em nossos corações

Vamos dançar, meu querido
Amar e sonhar,
Ao som desta melodia
Que nos completa e apaixona.

Marici Bross - 01-06-07
www.maricibross.com

5 - NESSA DANÇA
Mary Jenny

Foi nessa dança que nossos corações
Segredaram idílios de ternura, fervente
Promessas que ficaram semeadas nos anos,

Foi nessa dança que nasceu nosso primeiro
Beijo feito de carinho, e embalados em quatro
Pés, seguia-mos hoje o mesmo ritmar ardente!

Foi nessa dança que nasceram os dias de sol
Num inverno que era somente escuridão e nudez
Implantando a árvore dos nossos desejos...

Foi nessa dança que alicerçamos a realidade
Amor que se implantou eterno em nossas almas
Que enraizou a vida e amor nos nossos dias.

Germany 02-06-07


 6 - VALSA DO ADEUS...
ENEISA

A saudade me invade ...
saudade das nossas valsas...
quando dançávamos e você dizia baixinho....
sussurando no meu ouvido...
eu te amo....
ah!!!! saudades ...o tempo passou e nos distanciamos,
mas sempre estarás no meu coração,
nas minhas lembranças.
vamos dançar outra vez nossa valsa?
mas que desta vez
 não seja como da última...
 a valsa do adeus...
assim você se foi da minha vida....
com nossa última valsa do adeus...

São Paulo,02-06-07
eneisa@terra.com.br

7 - NOS TEUS BRAÇOS...
De: Virgínia Maria
da C. L. M. dos Santos
 Estrela Azul

Quando me tomas nos teus braços...
Meus pés são asas flutuantes no ar,
Dois anjos dançarinos dos espaços,
ou duas gaivotas neste céu à bailar.

Os sentidos seguem livres e despertos,
Teu corpo no meu, sonhos fascinantes,
Meus pensamentos navegaram libertos,
Por rumos que não percorreram antes...

Suspira a minha alma feliz em regozijo.
teus lábios beijam o meu lábio rosado,
neste Amor já sem limites e sem juízo,
O céu negro, ficou bem mais iluminado!

Sonhamos enlevados por tanta ternura,
a melodia é entoada ao som do violino,
A lua se mostra nua e com tal brancura,
Refletindo estrelas no teu rosto Divino!

Noites sem fim...de magia e encantamento,
Contigo sigo por caminhos desconhecidos,
em êxtases, onde não exista o pensamento,
em teus braços, fui tua, em todos os sentidos...

8 - DANÇA DOS SONHOS
MOTE:
Gislaine Canales

Sinto na dança dos sonhos
envolvendo sonhos meus,
que não há dias tristonhos
ante a luz dos olhos teus.

Sinto na dança dos sonhos
um eterno envolvimento,
que torna, bem mais risonhos,
meus momentos, no momento!

É como um valsar bonito
envolvendo sonhos meus,
que colorindo o infinito
apaga a dor de um adeus!

Em meus sonhares bisonhos
brota sempre esta certeza:
que não há dias tristonhos
em meio à tanta beleza!

Comparo o brilhar constante
do Sol, vendo os raios seus,
que se faz menos brilhante
ante a luz dos olhos teus.

www.gislainecanales.com
Glosando Vidal Idony Stockler

 9 - ESSA DANÇA.
Tadeu-Barueri
 
Nos acordes ressonantes do meu peito
Ouço as notas firmes do meu coração
E te aperto, no meu corpo, o seu perfeito
Nessa dança, alucinante da paixão
 
O momento que vivemos mais parece
Uma dança, de amor e de carinho
Dessas que a gente nunca mais esquece
Em nosso leito, nosso mundo, nosso ninho.
 
Nos amamos, com carinho e com ardor
Uma valsa, em que corpos, se entrelaçam
Despejando cada dia mais calor
Quando juntos, finalmente se abraçam.
 
Nessa dança cheia de amor, divino
Em teus braços eu garanto minha querida
Eu me sinto pouco mais que um menino
Sinto a vida, com você, ter bem mais vida

10 - NOSSA DANÇA...
 Anna Peralva
 
Meu corpo em seus braços
magia transformada em prazer,
sentidos explodindo puro querer
paixão no compasso dos passos.
 
Ao som lento da melodia
suaves deslizamos pelo salão,
no descompassado coração
bailam esfuziantes sonhos e fantasias.
 
Na penumbra que nos acolhe
tudo o mais se faz disperso,
somos almas em reflexo
não importa quem nos olhe...
 
No sorriso, silentes promessas
nosso olhar sussurrando amor,
não existem distâncias nem pressa...
 
O tempo marca o momento...
A dança da sedução a nos alcançar,
emoções vibram em encantamento.

 
02/06/2007


11 - DANÇAR...
 (Adaptação de um dueto dedicado a Marici Bross)
Humberto-Poeta

Dançar... Contigo bailar...
é um raro deslumbramento
que nos permite olvidar
da vida qualquer tormento!
 
Ao flutuar numa dança,
desfazem-se os contratempos;
nas nuvens o amor nos lança
tal e qual nos velhos tempos.
 
Da valsa, a cada meneio,
contigo em paixões desperto,
a viver um novo anseio
que chega no tempo certo.
 
Em teus níveos braços quero
reviver o antigo gosto:
ao compasso de um bolero,
colar o meu no teu rosto!
 
Ao dançar nos vêm à face
rúbeos ardores tiranos,
como se a gente voltasse
ao verdor dos vinte anos!

12 - VENHA DANÇAR
 José Ernesto Ferraresso

Todos temos um momento marcante em nossa vida
 Que um dia tivemos a dois,
 Bailamos todos uma música inebriante,
 Nunca a esqueceremos um só instante.

 No baile da vida dançamos de todos os lados,
 E sempre relembramos o passado,
 Daquele instante de amor que um dia no salão,
 Conseguiu preencher e se alojar em nosso coração.

Lembrança para sempre marcada
 Por aqueles passos combinados,
 Leveza mil vezes relembrada
 Dos nossos braços entrelaçados .

Agora é hora da recordação,
Reviver o momento daquela canção
 Quando aquele convite apareceu
 Para rodopiarmos no grande salão.

Serra Negra
 02/06/07 

13 - FASCINAÇÃO DE UM AMOR
Marcial Salaverry
 
"És fascinação, amor",
Desde o primeiro momento,
dominastes meu pensamento...
Quero-te comigo sempre, para onde for...
"Os sonhos mais lindos, sonhei"...
Sempre a teu lado, querida,
amor de toda uma vida...
Entre teus braços me encontrei...
"Teu corpo é luz... sedução"...
Tocando-te, encontro meu prazer...
Amando-te, encontro meu viver...
És a vida do meu coração...
"Teu sorriso prende, inebria, entontece"...
Teu olhar, minha vida ilumina,
teu sorriso me apaixona, me fascina...
Se não estou contigo, meu coração padece...
"De quimeras mil, um castelo ergui"...
Sempre te amando,
com nosso amor sonhando...
Uma vida de amor ao teu lado vivi...
 
Marcial Salaverry
Preserve os direitos autorais

14 - DANÇANDO CONTIGO
Schyrlei Pinheiro

Abraça-me!
 Sigo teus passos na eternidade,
mostrando a felicidade
de, em par, não permitirmos
que a música pare de tocar,
enquanto um de nossos corações
pulsar a sintonia deste amor,
que nos toca em tamanha profundidade,
com a leveza da pureza deste amar.
Abraçados, corpo a corpo,
despertando-nos, vem o desejo de cantar
mil versos, entre os reversos da vida,
 que balança e escapa,
vendo-nos, entrelaçados,
a bailar no tempo infinito.
 Nosso destino é, juntos,
 sempre dançar.
 Abraça-me...

15 - UM TANGO PARA DOIS
Simone Borba Pinheiro

Você e eu, ninguém mais!
O salão parece vazio.
Corações acelerados,
ditam o rítmo da música,
envolvente, sensual, possessiva!
Olhos nos olhos, magnetizados!
Pés ágeis, deslizam autoritários.
Braços que se abraçam,
pernas que se enlaçam,
na magia do momento.
E, entre um tango e outro,
juras mudas, secretas,
de olhares que desnudam
e prometem o mundo.
Sequência de passos,
olhares e abraços
que congela o tempo
em fração de segundos e
se rende a sedução da dança,
enquanto a orquestra toca,
um tango para dois.

23 / 01 / 06
www.familiaborbapinheiro.com

16 - MEU PRIMEIRO BAILE
Simone Borba Pinheiro 

Aquele baile eu não poderia perder. 
Nada, nem ninguém, me impediria de estar
 em seus braços naquela Noite 
 Acordei cedo e fui à loja comprar o vestido
 e o sapato para meu primeiro baile. 
Me senti uma princesa naquele vestido
que brilhava mais do que meus olhos quando vêem doce. 
Fiz as unhas, tomei um banho de ervas para relaxar,
fiz um penteado que me permitiu
um ar angelical e, por último,
 coloquei o vestido e calcei os sapatos. 
Antes de sair, não esqueci das preciosas gotinhas
de meu perfume preferido. 
 E lá fui eu para o baile, vestida para matar,
 de paixão é claro! 
Quando percebi, você estava à meu lado
me convidando para dançar. 
Segurei em sua mão e fomos
para o meio do salão, rodopiando ao 
som daquela linda valsa que até hoje,
 não sei o nome, não importa! 
Senti seus braços fortes envolvendo
 meu frágil corpo, enquanto minhas 
pernas, tremiam de emoção  
Meu rosto colado ao seu,
 inebriado pelo amadeirado perfume que 
exalava de teu corpo másculo. 
Meu cérebro, já não raciocinava mais,
 apenas me deixei levar pelas ondas 
suaves da melodia até que de repente ,
ouvi o despertar do relógio, que pena!
Você nem tinha me beijado ainda! 
E agora, fiquei com uma dúvida cruel:
 Será que depois disso, você virou sapo? 
Pelo menos agora, sei que nunca fui princesa! 

 Simone Borba Pinheiro
03/12/03

17 - DANÇA
 Lúcio Reis

Teu lindo vestido esvoaçante
Cobrindo teu corpo deslizante
Na face um sorriso enebriante
Pelo salão naquele baile delirante
 
Eras a mais linda e graciosa
Linda e rara perola valiosa
Naquela festa de comemoração
De um grande amor no coração
 
Eu, teu par muito envaidecido
Com alma a palpitar, por me saber querido
Como teu cavalheiro, da festa o preferido
Sentia-me sobre nuvens com emoção sorrindo
 
A noite inteira dançamos
Pela pista rodopiamos
Com juras de amor, os dedos cruzamos
E ali nossa felicidade principiamos

Belém do Pará-Brasil
02/06/07

18 - SURPRESAS DA VIDA
MIFORI

Fiquei mortalmente envergonhada,
Quando ele tirou-me para dançar,
Deixando atônitas, jovens do lugar.


Sonhara tanto com aquele momento,
Mas, diante do real acontecimento,
Surpresa e acanhada com ele fui bailar.

Todos os olhares voltaram-se para nós,
Que flutuávamos ao som orquestral!
Todos puderam testemunhar o amor,
Que nasceu ali, de forma magistral!

Vivendo a mais pura e doce realidade,
Unimo-nos com amor, carinho e candura.
Não houve mais espera diante de tal fato.
Hoje, revivemos esse amor com ternura!

 Pensamento: "Quando se encontra o verdadeiro amor, não importa o tempo,
 vive-se eternamente a verdadeira grandeza do amar e do ser amado" (Mifori).


19 - VEM DANÇAR COMIGO
Neusa Mendonça
 
Hoje recordo com saudades de nossa dança.
Ensaiei passos com medo de errar, parecia uma criança.
Noto uma lágrima escorrer em meu rosto cansado.
Parece-me que foi ontem, volto ao passado.
 
Lembro-me de como dançávamos, pelo salão.
Só existíamos nós, no mesmo passo,
 na mesma sintonia do coração.
Essa dança ficou gravata, em minha recordação.
Choro de saudades brigo com minha solidão.
 
Solidão de um amor do passado, onde tudo era magia.
Dançar contigo meu amor, era tudo que eu queria.
Contava de segunda a sexta feira, para que chegasse o dia.
No sábado com certeza nossa dança acontecia...
 
Hoje só me restam as recordações e nada mais.
Mas, a nossa dança com certeza foi demais.
Sonho em um dia te encontrar para nossa dança continuar.
Mas, enquanto você não volta,
vou vivendo, morrendo aos poucos de tanto de amar.

20 - DANÇA DO AMOR
Helena Luna

Dancei contigo uma música inesquecível,
tempos atrás, em uma linda madrugada.
Foi na varanda após um beijo inesquecível,
que me senti, para sempre, apaixonada.

E o amor nos acompanha claro e puro
por toda a vida, pela noite enluarada.
Nunca esqueci, nunca esqueci – Ah! Eu te juro
daquela noite que me quedei enamorada.

Eu quero, pois, dançar contigo a vida inteira,
até que chegue a minha hora derradeira

21 - ESSA DANÇA
Benedita Azevedo

A valsar pelo salão
levando-me em teus braços,
teus abraços me apertando
olhos nos olhos me olhando.

Em sôfregos suspiros...
Coração batucando,
pouco a pouco se acalmando.

As pernas se equilibram
e param de tremer.
A emoção que nos invadiu
fez a ternura nascer.

E num ritmo mais tranqüilo
chegamos ao amanhecer.
Então percebi que era tudo
o que esperei de você.

Magé-RJ

22 - A DANÇA
Cássia Vicente
 
Relax...crazy for you...my love...
nossa dança ao som de Elvis
toda solta ao sabor do vento
tão presa ao sabor de nós dois...
 
Nossa dança não descansou
a música inspirou desejos
vontades de corpos colados
dançamos Julio Iglesias...
 
Nossa dança continuou ao sabor
de lábios debaixo dos lençóis
ao som de John Lennon inspirando
novos passos horizontais...
 
Jataí.GO
03.06.07

23 - ESSA DANÇA
Sérgio Diniz Barros Guedes

Aproximei-me dela
e a olhei apaixonadamente,
estendi a mão
e a conduzi ao salão.
Dançamos como habilidosos dançarinos,
a envolvia em meus braços
apertando com meus abraços,
ela tentou resistir,
mas quando confessei-lhe
que estava perdidamente
enlouquecido com sua beleza,
colamos nossos rostos
e carinhosamente nos beijamos.
Dançamos toda à noite,
as músicas românticas
diziam tudo que queríamos ouvir,
através dos carinhos e apertos
dedicávamos um ao outro
com muito amor
e muita paixão.
................................................................
Hoje namoramos
e sempre dançamos
no mesmo salão.

http://br.geocities.com/sdbguedes

24 - NOS TEUS BRAÇOS
Naidaterra
 
Imenso o salão...
Lustre que imitavam estrelas,
cortinas douradas e um cheiro
convidativo, rosas e angélicas...
A orquestra, um requinte e cada
nota uma viagem sugerindo estar
nos braços do amado, valsando...
Olhares que buscam olhares,
corpos que se aproximam e mãos
que se estendem chamando
para dançar...
E foi assim que pelos teus braços
fui aconchegada e acariaciada
pelas tuas mãos inquietas...
Silenciei permitindo os toques
mais ousados...e dançamos
a noite inteira, incansáveis...
 
junho/2007

25 - NA DANÇA
 Lígia Antunes
 
Dancemos... Nesta dança
            a noite para nós
            poderá será eterna!
 
Dancemos... Sem relógio
            não sei das horas
            nem dos compromissos.
 
Dancemos... Teus braços em mim
            minhas mãos nas tuas
            concreta felicidade completa!
 
Dancemos... O amor para nós
             poderá ser eterno
             (e assim o será)
             até esta noite acabar!
          
Pelotas, RS,BR
3.6.07- domingo - 17h

26 - NESSA DANÇA...
G@

Recheada de lembrança
Voa minh'alma com medrosa desconfiança.
Viaja, levita e não se cansa
De ouvir e recordar nossa aliança...

Deveras o tempo em sua andança
Foi cruel roubando minha esperança!
Não me deixou sequer, a vontade de vingança.
Resignada sai de cena, e agora, sofro mansa!

A solidão me pegou na contradança
E hoje, ao relembrar-te nessa dança,
Sinto no peito um amor que não descansa
Estando a amar tanto, mesmo em desesperança!

Acorda agora coração! Chega dessa falsa confiança!
Não sentiste a carne, machucada pela lança?
Estás a agir feito uma criança!
Abra também meus olhos e me faça essa cobrança!

Eliana Braga
Gaivot@
Campinas/SP/Brasil
02/06/07 

27 - SIM, DANCEMOS...
Antonio Cícero da Silva

Dancemos
bem abraçadinhos
como se não
houvesse
um outro
dia pela frente...

 Ao som de tão
alegre melodia
e abraços,
sentimos nossos
corpos vibrarem...

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/antoniocicerodas

 28 - DANÇA COMIGO !
Maria Thereza Neves

Dança comigo
Vamos voar para o infinito sem metas
numa dança doida sem destino
regando,rasgando desertos
florindo oasis!

Dança comigo
em passos versos soltos
num aconchego sem qualquer respirar
em verdadeiros espasmo murmurios loucos!

Dança comigo
vivendo a liberdade no ar
o enroscar dos corpos
o colar de bocas
numa voluptuosidade sensual em ondas
apagando todas as ânsias
sem intervados -hiatos numa noite infinita!

Vem,
dança comigo!
_____________________
JF/MG-29/02/2004-11h23

29 - DANÇA ETERNA
Bill Shalders

Salão de baile
sons melodiosos
corações em busca
que música!
Cala nos corações vazios

Procuram-se pares
Trocam-se olhares
Olhos nos olhos
Convites sedentos
Convites aceitos.

Aproximam-se
Olhares profundos
Tocam-se as mãos
Ah! Que toque!
Arrepios sutis

Enlaçam-se os braços
Eriçam-se pêlos
Enlaçam-se os corpos
Tremem-se as almas
Encostam-se os corpos
Perdem o piso

Rodopiam na dança
Bailam os corpos
Dançam as almas
Aquecem os corações
Tornam-se únicos

São eternos
Unen-se na paixão
Paixão arrebatadora
Corações repletos
Bocas se encontram
Invadem-se

Frenesi total
Descontrole
Amor? Paixão?
Não! Dança!
Não, não sei!
Não, não acabe!

Não acabe esse momento!
Momento eterno!
Minha música
Nossa música
Nosso momento

Somos um
Não importa mais
Não acabe essa música
Não acabe essa dança
Não acabe esse baile
Sim, acabe, acabe tudo

Acaba a música
Não acaba a paixão
Esse momento é eterno
Jamais acabará!

03/06/2007

30 - É CLARO QUE ACEITO DANÇAR!
by Penhah Castro
 
 É claro que aceito dançar
formando um só corpo a deslizar
Ligados por um sentimento a nos guiar
Seguindo o ritmo da paixão
Deixando em uníssono nossos corações....
 
O palco será uma vida inteira
Á noite ....Iluminada pelo luar!
Sua voz no meu ouvido a sussurrar
será a mais linda canção para meu coração....

Seguiremos pela vida dançando as emoções
que nos despertam as mais lindas canções
Deixando-nos pela alegria envolver
e, todo este encantamento nos absorver...

31 - ESSA DANÇA...
 Thereza Mattos
 
 Então, forrastes o chão todo de luar
estrelas caídas do éter
uma a uma, despencaram do céu
para o tapete prateado bordar...
 
Pensei que fosse um sonho
mas tuas mãos me despertaram
ao enlaçar minha cintura
suavemente me enlaçaram
teus olhos me olhando com ternura...
 
Assim, fomos levitando pelo salão
a melodia parecia celestial
podia sentir o pulsar de teu coração
como vozes de anjos cantando em coral...
 
Aconcheguei mais meu corpo ao teu
rezei para que nunca acabasse essa magia
queria que fosses para sempre meu
e nunca amanhecesse um novo dia....
 
http://planeta.terra.com.br/arte/magiaepoesia/

32 - A DANÇA DA VIDA
 Wandisley Garcia
 
A vida: esta intensa dança
que dançamos, sem saber,
e chega ao fim, sem tardança
e sem a gente querer...
 
A vida envolve esperança
que faz a gente dançar,
amor, saudade e lembrança
que faz a gente sonhar...
 
Que faz a gente sonhar
ao som de grande ilusão,
a que faz o amor buscar,
o amor só traz emoção...
 
O amor só traz emoção
a silente vida, um dia...
por isso, rola a canção
numa eterna sinfonia...
 
wandisley_garcia1@yahoo.com.br
http://geocities.yahoo.com.br/wandisley_garcia1

33 - BAILE DE MÁSCARAS
BETTY

Me siento en un baile de máscaras enormes, feas,
encubridoras, y no me reconozco a mi misma.
 Y no te reconozco a ti tampoco.
  Bailo entre personas, todas máscaras,
 gente que no conoce mi sentir.
 Solo tu sabes, solo tu me sabes y es como que no estás allí.
  En este baile de dos somos enemigos
 enmascarados de fuertes e indiferentes. 
Pero estoy triste, y aún te sigo amando,
 aunque me callo y no te digo nada. 
 ¿Porque desplegamos nuestras máscaras, 
y nos herimos como si no nos conociéramos?
 ¿Porque me lastimas con tu desamor? 
¿Porque te ofendo con mis mentiras? 
 Y bailando los dos, con nuestras máscaras,
 vamos pretendiendo saberlo todo.
 Tu escondido, que me encontraste otra.
 Yo que era otra por saberte escondido.  
Y ahora los dos calladamente nos hacemos los que no sentimos nada,
 y cargar con esta máscara pesada me va matando poco a poco.
  Entonces quizás mañana me
 sorprenda, y me vea finalmente sin la máscara.
 Allí me escaparán dos lágrimas de pena y finalmente mi corazón te dirá adiós


34 - DANÇA DO AMOR
Raquel Caminha Matos
(Lindinha)

No embalo de uma linda melodia,
um jovem e elegante rapaz, chegou a minha frente
e, educadamente perguntou;
Dai-me o prazer dessa dança?
Levantei-me tremula, emocionada
pelo convite do galante cavalheiro.
Ele suavemente beijou minha mão
conduzindo-me ao salão.
A música que no momento tocava
já nos embriagava pelo seu toque
romântico e nesse embalo
fui me deixando seduzir por esse moço
 elegante, educado que sabia tão bem
 encostar seu rosto no meu,
sem que eu pensasse que ele queria
 se aproveitar do meu jeito doce de menina.
Suas mãos firmes em volta da minha cintura,
permitia-me olhar em seus olhos
 para descobrir seus mistérios.
Naquele instante em que nossos olhos se fitavam,
alguém esbarrou em meu corpo
 e nossos lábios se tocaram.
Eu senti um prazer enorme e ao mesmo
tempo fiquei encabulada.
Ele gentil como sempre, pediu desculpas
mas falou baixinho no meu ouvido...
Seus lábios têm um sabor de mel.
Eu não conseguia mais dá um passo,
ele notou, parou e suavemente me beijou.
Essa foi a dança do amor.

35 - DANÇA MARAVILHOSA
Sueli do Espírito Santo
 
A orquestra está nos convidando
com os seus acordes inspirando
dançarmos essa música sensível
e no melodioso ritmo sonharmos
um nos braços do outro viajarmos
 
Com nossos corpos em sintonia
levados pelo som, pela harmonia
para um momento inesquecível
que ficará sempre na lembrança
como a nossa maravilhosa dança

http://www.sue2001.recantodasletras.com.br

36 - ESSA DANÇA
 Suzette Duarte

Essa dança, que é a vida.
É uma dança a preceito,
Dança para ser vivida,
Sem amargura no peito.

Essa dança, bem juntinha
Á verdadeira amizade,
Será tua, será minha,
Dança da fraternidade.

Essa dança, enriquece
O teu e o meu coração,
Mas se nela se envaidece
Cai a dança e nós ao chão.

Essa dança, é uma valsa
Saibamos poisar o pé…
Não será 'ma dança falsa
Só vendo, como S. Tomé!

Sagres, 05.06.07

37 - DANÇA COMIGO
 faffi
(Silvia Giovatto)
 
Na sala iluminada apenas pela lua cheia,
o teclado do piano parecia valsar com a música
que invadia o local.
Entrei na ponta dos pés para não quebrar aquela magia,
você estava sentado bem próximo ao piano
 com os olhos cerrados, extasiado pela suave música.
Sentindo minha presença levantou uma das mãos,
não sei se era apenas um cumprimento ou um convite
para que eu me sentasse ao seu lado...
Não me contive, e te convidei pra dançar ...
Você parecia um príncipe encantado...e
 eu me senti uma princesa de contos de fadas.
Conduzida por seus braços, dancei a mais linda melodia da minha vida.
Na magia da lua cheia que aflorava a nossa janela,
 aquela noite foi perfeita e inesquecível.
Bendita sejam aquelas mãos que faziam o teclado do piano
 dançar como bailarinas vestidas de Black White.
Bendita seja aquela noite que tirou um príncipe
e uma princesa dos contos de fadas, para uma vida real.

38 - UMA NOITE DE GALA
Regina Bertoccelli
 
Esta é a nossa noite
Me tome em teus braços,
me conduza ao centro do salão
Acompanhe a música, deixe os
acordes invadirem o ambiente
Clima envolvente...
Vestidos de gala nos entregamos
ao som inebriante da paixão
Em pensamento, desnudos...
Não pare!
Lá fora, estrelas dançam no céu
A música está no ar,
vibrante como o amor...
No nosso baile ficamos
até o amanhecer,
dançando...dançando...

39 - A MINHA DANÇA
 Joaquim Marques
 
Não me refiro à dança de salão!
Mas sim à dança da vida!...
A uma dança...
Que, como uma lança,
atingiu em cheio, irremediávelmente 
e sem esperança,
 o meu pobre coração.
Que desde então,
tem sofrido... Vezes, em tom sustenido,
vezes explodindo com raiva, seus gemidos,
como lava de um vulcão!
Dança da vida!
Que tem sido a minha flagelação...
Ao cercear do meu jardim, uma flor tão querida...
Um cravo vermelho, ainda em botão!
Tem sido esta a minha dança!...
Cuidar desta flor, com todo o amor,
sem qualquer esperança...
De que suas pétalas possam abrir pra vida
e, junto a uma linda rosa por ele escolhida,
pudesse também,
 num salão, ao som de uma música maviosa
rodopiar uma linda dança...
Com a sua rosa!
 
 Portugal
06-06-07

40 - BAILE DE SONHOS
 Tarcisio R. Costa
 
Foi um momento marcante
nas nossas vidas...
Eu, um jovem sonhador,
Naquele salão de sonhos a dançar,
Com ela, como se estivesse num céu,
a falarmos de amor,
Senti acelerar-se o meu coração
Senti o mesmo no coração dela,
Peguei com carinho na sua mão,
Olhei apaixonado para seu o rosto, e ela,
olhava feliz para mim, ruborizada,
e pelo salão numa música lenta,
Dançavam os nossos sonhos,
Eu querendo o amor dela
e ela querendo a mim...
 
O som do velho violino
despertava em mim e nela o amor...
E, assim, ficamos toda a noite,
entre, fantasia, sonho e realidade,
Foi naquele baile de sonhos,
que vi nascer um grande amor,
eu como protagonista,
ali nada mais eu era de um apaixonado
jovem sonhador...
Foi naquele baile o instante inicial
De uma grande história de amor!


41 - DANÇA DO AMOR
By Catarina

 
Como posso esquecer
Os músicos tocando
Aquela música romantica...,
Você me tirando para dançar
Delicadamente me condiziu .
Pelo salão bailavamos
Como fossemos namorados.
Você ao mesmo tempo dizia
Que por mim estava apaixonado
Louco para ser meu namorado.
Dançando não vimos a noite passar
Eu só com você dancei
Em nada mais pensei
Até um beijo ganhei
Enquanto rodopiávamos pelo salão
Sentindo disparar o meu coração..
Foi nesse baile que começou o jogo da sedução
 Percebi que perdi completamente a razão
Não conseguindo resistir a essa louca tentação
Você!!!
Pura complicação!!
Por você fui me apaixonar
E nunca mais paramos de dançar
Começamos a namorar
Em pouco tempo casamos
No meu casamento a noite toda dançei
Jamais poderei esquecer
Que foi dançando em seus braços
Que me apaixonei.

42 - DANÇAR COM VOCÊ
 Candy Saad
 
Abraça -me
Sente todo meu corpo
Deslize suave e leve
 
Como se o tempo tivesse parado
Sinta meu coração acelerado
Conduza-me nesse salão
 
Basta um olhar nos olhos
Sem uma palavra sequer
Sinto você louco de paixão
 
Em sintonia
Vamos dançar essa melodia
que faz pulsar meu coração
 
Cola seu rosto no meu
Suspira no meu ouvido
Embala - me nessa sedução
 
E assim enlaçados
de olhos fechados
vivemos essa emoção

43 - ESSA DANÇA
 VEM DANÇAR COMIGO
 -FÁTIMA CARDOSO-
 
QUERO -TE EM MEUS BRAÇOS
        AGARADINHO
BEM NO MEIO DO SALÃO
 
SENTINDO MEU CORPO COLADO 
        JUNTO AO TEU,
COMO SE ESSE MOMENTO FOSSE EXPLÍCITO
        EM TOTAL SOFREGUIDÃO...
 
MINHAS PERNAS COLADAS A TUA
      RODOPIO NO SALÃO
 
          ME PENETRAS ,
            TE PENETRO,
TANTO FAZ O QUE ESTÁ TOCANDO
ME ESFREGO , DE CIMA A BAIXO
QUE ESTRANHA SENSAÇÃO...
 
              PODE SER
               VALSA ,
                BOLERO ,
                  TANGO,
                    XAXADO,
                      BAIÃO...
 
ME AGACHO NA BOQUINHA DA GARAFA
                          É O TCHAN...
 
        MINHAS CURVAS
APALPAS LOUCAMENTE
COMO CORDAS DE UM VIOLÃO
              ME ARREPIO...
 
        O SHOW ACONTECE .
          ADORÁVEL "CLIMAX"
        ENCENADO POR NÓS DOIS
              
  
              UMA PEQUENA OPERA
            QUE NÃO DEIXA DE SER POP...
       EXPERIMAMOS PRAZERES INDESCRITÍVEL
    
          COM VOZ GRAVE DESAFINO
              BUSCANDO EM MEU DESATINO
          SURPREENDENTES INOVAÇÕES
 
            OUTRA VEZ TE CONVIDO
            VEM DANÇAR COMIGO...?
 
              E TUDO RECOMEÇA...
              VAMOS DANÇAR
                  ESSA DANÇA
             AGORA FORA DO SALÃO...
      
                      RECIFE-PE

44 - BAILANDO EL AMOR
©Noris Roberts

Llena de magia y color
como ave melodiosa entre los dos
habla nuestro corazón con provocación.

Te recorro con el delirio de mis pupilas,
ondeando nuestros cuerpos en el lustrar del verso
adornando mil promesas en el sonoro arrullo de las aves cuando besan.

 Bailando el amor...
Trinan los suspiros estrechos buscando la lluvia de nuestros besos,
el néctar envuelto en la cadenciosa voz de los cánticos alados de la pasión.

Bailando el amor
Requiriendo tu calor sueña mi alma con motivación
plantando rosas en las esquinas de tu boca.

 Bailando el amor...
Una melodía que agasaja plena,
un sutil atardecer que eterniza nuestra escena,
una caricia zalamera con olor a primavera.

Bailando el amor...
©Noris Roberts

DANÇANDO O AMOR

 Enche de magia e cor como ave melodiosa entre os dois
fala nosso coração com provocação.

 Percorro-te com o delírio de minhas pupilas,
ondeando nossos corpos no lustrar do verso
enfeitando mil promessas no sonoro rulo das aves quando beijam.

 Dançando o amor...
Trinan os suspiros estreitos procurando a chuva de nossos beijos,
o néctar envolto na cadenciada voz dos cânticos alados da paixão.

 Dançando o amor...
Requerendo teu calor sonha minha alma com motivação
plantando rosas nas esquinas de tua boca.

Dançando o amor...
Uma melodia que agasaja plena,
um subtil entardecer que eterniza nossa cena,
uma carícia zalamera com cheiro a primavera.

Dançando o amor...
©Noris Roberts

45 - ESSA DANÇA
*Marlene Constantino*

Entre fitas e laços
me aconchego no teu corpo,
passo a passo
em teus beijos eu me desfaço
levianamente,
tentada em nosso enredo.
Num misto
de ternura e paixão amanheço
no compasso
desse enlevo, ritimado de desejos,
que os teus abraços me conduzem.
Uma balada tocada
num sonho no salão, soa
em cascata de vozes, que saem do coração.
Assim, começa a nossa dança, na sintonia
de uma cantata, revelada em nosso amor.

^A^¤Söl*®
SP - 08/06/2007

46 - DANÇA GOSTOSA
Otto Bräutigam
 
Então...vem cá....
Vamos dançar sob a luz do luar
Sentir a brisa da noite
Ouvir a música e sussurrar
Me de a sua mão e vem me abraçar
Agora assim bem juntinho
Fechando os olhos
Seguindo os passos
Deixando se levar...
Sentir o coração batendo no peito
Os dedos tocando o pescoço
O cabelo roçando no rosto
Um leve arrepio no ar...
Vamos flutuar e sonhar
Juntos baixinho cantar
Quando a dança terminar
O sonho vai se realizar
O momento para sempre lembrar
Um amor na cumplicidade guardar

47 - DANCE COMIGO!
Pilar Casagrande
 
Na emoção da canção,
Nessa doce sedução,
Dois corpos em um,
Dois amores em comum
Unidos ao som da melodia,
Desse ritmo de intensa magia.
Balançando para lá e para cá com suavidade.
Nós dois dançando em meio à multidão,
Presos nas amarras da paixão.
Aconchega-me ao teu peito.
Abraça-me, mais e mais!
É tudo simplesmente melodia.
A única realidade é a dança,
A música e a felicidade,
Falando ao coração da gente.
Nem que a orquestra agora parasse,
Continuaria sonhando nessa magia,
No abismo venturoso entre teus braços,
No abandono da mente alucinada!

www.clirc.com.br